A palestra-show de João Elias, que interpretou na televisão o “turco” Salim Muchiba, é, antes de tudo, surpreendente porque ele fala como tudo é Simplesmente simples com muito humor.
 
João tem experiência de sobra na arte de falar com graça à descontração da plateia, em virtude de seus 58 anos de carreira, 52 só de televisão, desde quando Adoniran Barbosa o apadrinhou e ele ingressou na TV. Inicialmente o comediante trabalhou, ao lado de Adoniran, com Renato Corte Real (Record). Trabalhou no SBT como apresentador do programa Meu Brasil Brasileiro, com Tânia Alves. Fez A Praça é Nossa, com Carlos Alberto de Nóbrega e, depois, foi para a Globo atuar na Escolinha do professor Raimundo, como ator e redator, ao lado de Chico Anysio. Fez ainda a Escolinha do Barulho, na Record e a Escolinha do Gugu.
 
O palestrante é também pintor (Prêmio no 6º Salão Paulista de Belas Artes), jornalista (Prêmio Nacional de Jornalismo pela ABRACOPEL) e escritor (doze obras publicadas), hoje exclusivo da Editora NELPA (São Paulo).

João Elias já atuou em grandes eventos, como no Conrrad Cassino (Punta Del Leste – Uruguai) e hoje, costumeiramente, atua nos Estados Unidos, com especial sucesso de crítica.
 
Sua palestra-show dura cerca de 1 hora e 10 minutos e adapta-se a todo tipo de espaço.

 
 

Quer adquirir os livros? clique sobre as imagens

Nesta Obra, o autor reúne elementos exatos para transmitir com jeito e graça as histórias narradas pelo personagem Tonico Bento. Não é apenas um livro de humor, mas sim uma literatura com pitadas de pilhéria. O autor resgata o jeito dos contadores de causo do Sertão Paulista, que tão bem conheceu.

Depois de se envolver em estranhos acontecimentos e ser acusado de crime hediondo, Lúcio desaparece e é dado como morto. No entanto, o repórter Freitas passa a receber telefonemas anônimos de alguém que afi rma ter visto “o morto” em São Paulo, vivo e enlouquecido, imaginando-se a reencarnação de Dom Quixote. O jornalista e seu editor, Diaz, juntam-se ao professor Fonseca e articulam a Operação Dom, para encontrar o “Louco de La Mancha” e desvendar os estranhos mistérios nos quais ele se meteu.

 
BREVE LANÇAMENTO DA EDITORA NELPA
INDICADO PARA ESCOLAS
 

Neste livro o Salim Muchiba conta às crianças sobre a eleição entre os instrumentos musicais da sua lojinha, a fim de eleger o chefe. Em seu conteúdo elas aprendem não haver melhor nem pior entre eles: todos são igualmente importantes à música. Todavia, alguém haverá de chefiar a turma. Quem os instrui é uma fada que por lá aparece.

As ilustrações são do catanduvense Jônathas Dotta

 

 

   

CONTATOS PARA PALESTRAS
E-mail: salimmuchiba@yahoo.com
Fones: (17) 3521 4416 ou (17) 9 9743 4455 - vivo